Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Vendas no Natal: pesquisa completa do e-commerce

Então é Natal… e o que vamos fazer? Vender! Hoje é o primeiro dia de dezembro e, como tudo em 2020, as vendas no Natal também prometem ser bem atípicas. Então o melhor mesmo é aproveitar esse tempinho para estudar e tomar as melhores decisões.

Para isso, você precisa estar por dentro das pesquisas mais recentes e confiáveis do mercado. Só que elas sozinhas não geram resultados.

Nesse texto, além de mostrar todos os estudos mais relevantes sobre as vendas no Natal para o e-commerce, vou analisá-los e, claro, dar a minha opinião do que você pode fazer para lucrar muito neste final de ano.

Vem comigo que esse artigo promete!

O público realmente vai comprar do e-commerce no Natal?

Mulher usando chapéu natalino, camiseta comum e festão de natal no pescoço. A mão está no queixo, em sinal de dúvida.

Antes de preparar a casa, precisamos saber se teremos visita. E já pode deixar seu site bem organizado, porque uma pesquisa da Teads em parceria com a Netquest mostrou que 82% dos brasileiros vão comprar presentes de Natal neste ano e 80% deles vão fazer isso pela internet.

Esse percentual está dividido entre os que vão comprar no e-commerce e loja física (55%), exclusivamente online (21%) e compras para retirada em loja física (4%), sobrando só 20% para quem vai comprar apenas em lojas físicas.

Mas essa pesquisa vai ainda mais a fundo, mostrando que, além de comprar, a maior parte dos consumidores (68%) também decidem o que vão presentear através de buscas na internet, além da Black Friday (51%), site da marca (42%) e uma menor parte em campanhas publicitárias (15%).

Quais insights eu tiro disso?

Bom, a melhor notícia aqui é aquela que a gente já esperava: as vendas no Natal desse ano vão sim ser do e-commerce! Claro, também vão ter aqueles fãs de decorações e vitrines de shopping ou quem ainda está se adaptando ao comércio digital, preferindo comprar na loja física ou de forma híbrida. Mas que a maioria vai sim comprar na internet é um fato.

Como deu para ver, o seu cliente já incorporou os mecanismos de buscas online à decisão de compra. Mas será que o seu e-commerce está pronto para ser encontrado? Para saber isso você só precisa se perguntar sobre como anda o seu trabalho de SEO.

Basicamente, SEO é uma otimização do seu site para aparecer nas primeiras páginas dos mecanismos de busca. Entre as centenas de estratégias que podem ser feitas para alcançar um bom rankeamento, destaco essas:

  • Utilizar palavras chave: pense exatamente nos termos que o seu cliente pode estar procurando no Google para encontrar o que você vende. Esses termos devem estar no título, descrição e pelo site para que os algoritmos entendam que você é uma boa opção.

  • Trabalhar imagens: saber como tirar fotos para loja virtual é fundamental na conversão de vendas. Agora, pensando no SEO, altere o nome do arquivo da imagem de “IMG_097” para “camiseta-preta-estampada”, crie um texto alternativo para descrever a imagem e otimize o seu tamanho.

  • Ter um site leve e responsivo: nem só de textos é feito um bom trabalho de SEO. O Google também analisa se o seu site funciona bem em qualquer aparelho e o tempo de carregamento da página. Se demorar mais de 3 segundos pode saber que o site será penalizado.

#DicaAmplia: você pode inovar nas descrições do seus produtos e alcançar os clientes para as vendas no Natal. Termos como “ótimo brinquedo para meninas” ou “presentear seu pai” vão ajudar. Para entender como fazer isso veja meu guia completo de palavras-chave para e-commerces.

O que vender?

Foto tirada de cima mostrando várias caixas de presentes embrulhadas em tons de marrom com adereços de natal.

Que teremos muitas vendas no Natal você já tem noção. Agora é preciso saber o que vender e essa informação eu já tenho!

Nos últimos meses vimos as tendências de compras online se modificando, priorizando itens pensados no conforto para a casa, equipamentos para home office, para praticar exercícios em casa, além dos eletrônicos.

Inclusive, até na Black Friday que foi dias atrás, investir nesses produtos era garantia de sucesso.

Mas engana-se quem pensa que íamos manter esse padrão para as vendas de Natal. Parece que os presentes natalinos são apostas fixas, então é bom você pensar nos produtos tradicionais para a época.

Pelo menos é o que aponta a pesquisa de intenção de compra da CNDL: os produtos mais procurados para presentear serão roupas (58%), brinquedos (39%), cosméticos (33,8%), calçados (32,2%) e acessórios (25%). Ou seja, nesse sentido, teremos uma comemoração bem tradicional.

Mas o que vai mudar é o ticket médio desses presentes. Ao que tudo indica, esse será um Natal de “lembrancinhas”: 26,2% vão gastar até R$75,00 e outros 29,6% até R$150,00. No geral, o ticket médio será de R$109,00.

Mas sabendo trabalhar bem essa informação, isso não é algo que pode te prejudicar. Olha só:

Quais insights eu tiro disso?

A informação mais importante que eu tiro sobre as vendas no Natal para este ano é que, se ao longo dos últimos meses você mudou o seu portfólio para atender às novas exigências do cliente, agora é a hora de retornar com os produtos de antes da pandemia. Gradualmente, é claro.

Provavelmente quem precisava de materiais para home office ou itens para praticar exercícios em casa, por exemplo, já comprou ao longo do ano. Sem contar que com a flexibilização das atividades e as notícias promissoras em relação a vacinas, tudo indica que não ficaremos totalmente isolados como meses atrás.

Agora, em relação ao ticket médio, você não tem muito o que se preocupar: é só você adaptar os seus produtos ou então incrementar o portfólio com alguns itens que respeitem essa margem de preço. Assim as suas vendas no Natal não vão ficar comprometidas, pois a sua receita vai vir do volume de vendas, que afinal é como o e-commerce trabalha mesmo.

#DicaAmplia: para você saber até onde pode chegar com o preço dos seus produtos para as vendas no Natal sem levar prejuízo, é só calcular o markup de cada produto do seu site. Nesse texto eu te ensino como fazer.

Como fazer as suas vendas no Natal?

Mãos de alguém fantasiado de papai noel digitando no notebook. Ao lado há caixas de presente

Depois de saber o que vender, agora falta apenas te contar como fazer isso para você impulsionar as suas vendas no Natal. Algumas informações relevantes para isso, ainda de acordo com a pesquisas da CNDL e da Teads, são:

  • Tipo de pagamento: apesar de investir menos nos presentes, 85% pretendem comprar à vista e outros 37,3% parcelado no cartão de crédito, sendo a maior parte em até três vezes;

  • Onde vão comprar: a maioria das vendas no Natal será nos marketplaces e grandes varejistas nacionais, como Americanas, Ponto Frio, e Mercado Livre (75,2%); sites de classificados, como a OLX (41,9%); e sites internacionais, como o Ebay, AliExpress e SHEIN (31,1%);

  • Quando vão comprar: 58% já começaram a fazer as suas compras em novembro e devem continuar neste mês e 26% deixarão para a última hora.

Quais insights eu tiro disso?

Pelo visto, os consumidores estão com receio de comprometer o seu orçamento neste ano. Eu sinceramente acredito que apesar desses 85% demonstrarem interesse em comprar online, na hora de fechar um pedido boa parte vai preferir pagar parcelado para sobrar mais dinheiro para as comemorações.

Mas, mesmo assim, você deve ficar atento às vendas no Natal, mais especificamente para aquelas feitas por boleto bancário, que sempre te deixam na mão com clientes que fecham a compra para deixar o produto reservado, mas não efetuam o pagamento depois de alguns dias.

DicaAmplia: felizmente hoje podemos contar com o PIX e com ele o pagamento é feito na hora e com taxas bem menores. Se você ainda não conta com ele, veja aqui como aceitar no seu e-commerce.

Outra forte tendência para as vendas no Natal serão os grandes marketplaces. Eu sou suspeito para falar sobre o assunto, mas acredito de verdade que esse é o caminho mais certeiro para o seu negócio vender muito nesse feriado. Digo isso porque assim você resolve dois problemas em um só: vender onde o seu cliente está e captar aqueles que já começaram as compras.

E para começar as vendas no Natal em marketplaces, é só acessar o nosso site que lá tem todas as ferramentas que oferecemos aqui no Amplia Vendas para você deslanchar com o seu negócio! Acesse por esse link.

Boas vendas!