Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Tudo o que você precisa saber sobre o score do CNPJ

Muita gente nem imagina que existe um score do CNPJ, mas ele é tão ou mais importante quanto o de CPF – é ele quem garante ou barra crédito de pessoas jurídicas.

Claro, ter fama de mau pagador não é bom em nenhum dos dois casos. Mas no caso das empresas, isso vai impedir que ela cresça e se desenvolva em diversas esferas. Não só ao pedir um empréstimo, financiamento ou qualquer outra forma de crédito – o que por si só já é bastante coisa.

Hoje qualquer um pode consultar o score do CNPJ da sua empresa. Um fornecedor na hora de te vender à prazo, um possível parceiro interessado em fazer ações conjuntas e até mesmo o cliente na hora de verificar a credibilidade do seu negócio. Todo mundo vai sentir mais confiança ou fugir de um negócio que tem riscos, esse é um comportamento natural.

Se você nunca consultou o seu score, fica mais que vou te mostrar como ele funciona, o que fazer para consultar o seu e, se não estiver como deseja, dar umas dicas para converter essa situação.

Baixe o e-book grátis!

Vamos nessa?

Como surgiu o score do CNPJ?

Antes de te contar como fazer a consulta do seu score acho interessante te contar como foi determinada essa classificação que não surgiu assim do nada. Para isso vou precisar te contar uma história – mas prometo que vai ser breve:

Mesmo que de uma forma bem informal, as empresas sempre tiveram um jeito de saber se algum cliente – empresa ou pessoa – era bom ou mal pagador. Mas o que se tinha era um “sistema de concessão” onde todas as empresas informavam se os seus compradores tinham débitos ou não. Era mais ou menos como uma “lista negra compartilhada”. Se alguém reportou, aparecia na lista, se não, pode vender.

Foi então que surgiu a Lei do Cadastro Positivo 12.414/11. Foi ela quem permitiu a captura e integração de dados dos clientes para ceder ou não empréstimos. Mas só poderia estar no sistema quem permitisse – quem estava devendo nunca ia deixar. Daí em 2019 veio a Lei Complementar 166 que disse que a partir dali todo mundo pode consultar essas informações.

#DicaAmplia: Sobre essa consulta de dados de forma involuntária, uma questão interessante é em relação à LGPD. O que a Lei diz é que o tratamento desses dados pode sim ser feito sem consulta – mas informações pessoais, como telefone não. Além disso, o usuário pode decidir ocultar suas informações – mas é assinar um atestado de inadimplência, então ninguém vai te oferecer crédito.

Foi aí que surgiu o sistema de score do CNPJ!

Como funciona o score do CNPJ?

logotipo da empresa serasa experian. Ao lado há uma espécie de dividido em quatro categorias.

Se antes o sistema de avaliação se baseava apenas em “sim e não”, agora é um pouco mais complexo, com o score do CNPJ podendo ir de 0 a 1.000 – é mais ou menos como o do CPF. Cada nível te permite mais benefícios (ou limitações, depende do ponto de vista):

  • 0 a 100: alta dificuldade de obter crédito no mercado;
  • 101 a 250: acesso moderado às melhores condições de crédito;
  • 251 a 550: acesso a boas condições de crédito;
  • 551 a 1000: acesso a condições especiais de crédito.

Vale lembrar que este é uma orientação-padrão do Serasa Experian. O que acontece, de fato, é que o seu stakeholder vai entrar no sistema, ver a sua pontuação e decidir o que fazer com esta pontuação. Agora, uma certeza pode ter: score abaixo de 500 vai prejudicar bastante o seu negócio.

Quais os critérios de avaliação do score do CNPJ?

“Ok, mas como eles chegam a essa pontuação?” É isso que você deve estar se perguntando agora. Acertei? Se não, deveria. Afinal, é sabendo como eles computam suas informações que vai ser possível aumentar o seu score do CNPJ.

Os critérios são determinados a partir de informações públicas a respeito de:

  • Comportamento de consultas/consultas para serviço e crédito: quando você faz várias simulações de crédito, essas empresas consultam o seu score do CNPJ, certo? Se forem feitas várias consultas em um pequeno intervalo de tempo, indica que você está desesperado. Isso indica que o seu risco de pagar é menor;

  • Crédito contratado: já vou esclarecer que não existe isso de “comprar parcelado em nome da empresa diminui o socre do CNPJ”. Na verdade, elas podem ser até positivas – só tem o conhecimento que você é um bom pagador quando tem contas para pagar, certo? -. O problema é que as parcelas desses empréstimos não podem representar uma grande parte do lucro da sua empresa;

  • Histórico de dívidas: o recomendado é que você não tenha nenhuma dívida, mas se tiver, que faça uma negociação com a empresa e tente regularizar porque só vai piorar a sua situação. Quando entra em acordo, o seu score começa a aumentar gradativamente;

  • Pagamento de crédito: essa não tem nada a ver com dívidas, mas sim com as aquisições parceladas que você tem. Se pagar todas elas em dia, o seu score do CNPJ vai ser alto. Agora, se pagar com atraso, ele cai;

  • Pagamento de dívidas e tempo de uso do crédito: o segredo aqui é mostrar que, por mais que você deu alguma derrapada, está com a vida organizada hoje. Você pode até ter dívidas, mas se fez uma negociação e está regularizando, vai contar positivamente. O mesmo vale para qualquer tipo de empréstimo.

Serasa 2.0

Agora em maio de 2021 foi lançado o Serasa Score 2.0 que começa a valer de forma gradativa até atingir todas as empresas e pessoas. A nova contagem do score do CNPJ segue os mesmos critérios já conhecidos. O que muda é o sistema em si, que está mais inteligente, além do peso de cada um dos pontos:

  • Inteligência Artificial: o sistema ainda conta com as informações cedidas por bancos, instituições financeiras e lojas. Mas não é mais no esquema “relatório cedido”. A inteligência Artificial vai criar padrões de comportamentos, medindo o risco de cada um;

#DicaAmplia: A Inteligência Artificial tem sido utilizada em diversas frentes dos negócios, principalmente nas vendas digitais. Um exemplo bem aplicado é em relação à citrines de recomendação, onde o sistema mapeia o comportamento e sugere produtos com o gosto de cada cliente. Entre elas, a SmartHint tem feito muito sucesso. Mas será que o SmartHint compensa? É caro? O que mais a plataforma faz? Descubra agora!

  • Novos pesos dos critérios: antes o Serasa dava mais importância para as dívidas que você tinha do que o seu hábito de ser um bom pagador ou não. Agora é diferente: os créditos atuais passam a ser mais relevantes que as contas que você deixou escapar:
  • Serasa Score 1.0
    • (30,2%) Histórico de dívidas;
    • (26,4%) Pagamento de dívidas;
    • (17,4%) Consulta para serviços e créditos/comportamento de consultas;
    • (13,9%) Pagamento de crédito;
    • (8,4%) Tempo de uso do crédito; stake
    • (3,6%) Crédito contratado.
  • Serasa Score 2.0
    • (43,6%) Pagamento de crédito;
    • (19,3%) Consulta para serviços e créditos/comportamento de consultas;
    • (13,7%) Histórico de dívidas;
    • (10,1%) Tempo de uso do crédito;
    • (7,9%) Crédito contratado.
    • (5,5%) Pagamento de dívidas;

Isso quer dizer que você não precisa pagar as suas dívidas? Não mesmo! Mas quer dizer que você precisa ainda mais de cuidar para não descontrolar nenhuma conta ou compra parcelada que você tenha no hoje.

Como saber o score do CNPJ?

foto de uma lupa em cima de várias moedas. Embaixo das moedas há ainda papéis com gráficos.

Agora chegamos ao ponto-chave do texto, mas também o mais simples: descobrir qual a sua pontuação no Serasa Experian. Na verdade esse não é o único modo de fazer isso: o SPC, a própria Receita Federal e até alguns distribuidores autorizados do Serasa oferecem esse serviço.
O problema é que, ou eles são pagos ou bem burocráticos, então vamos fechar o Serasa Experian como padrão, ok?

Feito esse acordo, o passo-a-passo é o seguinte:

  1. Acesse o site do Serasa Experian;
  2. Na guia “soluções para empresas”, selecione a opção “Consulta de CNPJ ou CPF”;
  3. Logo no início da página, vai aparecer uma caixa para você digitar o seu CPF ou CNPJ – insira os números sem traços, pontos ou barras;
captura de tela de uma página do site Serasa Experian. Nela há uma caixa a ser digitado o CNPJ do usuário.

Obs: Não se preocupe com essas informações sobre valores. Elas dizem respeito à planos mais completos, que incluem monitoramento de empresas. Como você quer apenas saber o score do CNPJ, essa função é grátis.

4. Vai aparecer uma outra janela de três etapas: inserir informações suas e da empresa > autenticação de dois fatores > criar senha. Preencha tudo o solicitado;

captura de tela de uma página do site Serasa Experian. Nela há caixas a serem digitados CNPJ, CPF, e-mail, data de nascimento e nome completo.

Pronto! Você já terá acesso ao seu score do CNPJ! Fácil, não foi?

Como melhorar o seu score do CNPJ?

foto de mulher de negócios tranquila em seu escritório. Ela está vestindo um terno, com os pés na mesa e espreguiçando os braços.

Fez a pesquisa? Como foi? Está como esperava? Quer melhorar? Se sim, não vou te deixar na mão nessa.

No básico, tudo o que você precisa fazer é atender a aqueles cinco critérios de avaliação e esperar as coisas irem melhorando aos poucos. Mas se você quer também algumas sugestões práticas do que pode ser feito, preste atenção:

Fazer o Cadastro positivo da sua empresa

Lembra quando eu disse lá no início do texto que, com a lei complementar de 2019, o Serasa agora pode pegar as informações sem pedir o consentimento?

Pois bem. Acontece que essas informações são relacionadas à inadimplência que que as empresas fornecem. Basicamente, elas enviam só o básico, que é se o seu score do CNPJ está negativado ou não.

Com o cadastro positivo você vai enviar para o Serasa todas as informações ficanceiras mais básicas da sua empresa como “a conta de energia foi paga em dia?” “E aquele fornecedor, recebeu tudo certinho?”. Se sim, você ganha pontos. Se não perde.

Esse cadastro é uma espécie de voto de confiança, e por isso o Serasa te dá uns pontos extras por eles. Para fazer o seu cadastro é só acessar o portal exclusivo do Serasa Experian. Lá tem todas as informações que você precisa.

Pague as suas dívidas

Este é um erro que eu vejo se repetir mais para pessoas físicas, mas também acontece muito nas empresas. É o chamado “jeitinho brasileiro” agindo mais uma vez. Sim, estou falando de quando você descontrola as suas contas e acaba com o nome negativado.

Passou um ano, as coisas mudaram e você tem o dinheiro para pagar a conta, mas pensa “ah, vou deixar passar 5 anos até ela caducar”. Conhece alguém que já fez isso?

Bom, realmente o seu score do CNPJ vai voltar a subir depois desses 5 anos. Mas acontece que o seu histórico já foi prejudicado por tanto tempo que vai demorar muito – muito mesmo! – até a sua média geral não for tão impactada com essa dívida e o saldo começar a ficar bom de novo.

Tenha um bom relacionamento com todo mundo

Parece injusto, mas se você atrasar um dia que seja qualquer boleto em nome da sua empresa, o score do CNPJ vai cair. Se atrasar em 30 dias ou mais é ainda pior porque o nome vai ser negativado de vez.

Por isso é muito importante se dar bem com o gerente do seu banco e encontrar os melhores fornecedores. Assim, se acontecer algum problema e, por ventura não for possível pagar no dia, você pode dar uma ligada para eles e pedir para atualizar o boleto, mesmo que com algum juros. Isso é bem melhor que ver o seu score do CNPJ cair por conta de um ou dois dias.

#DicaAmplia: Uma ótima alternativa aqui é você e seus stakeholders trabalharem com o Pix Cobrança. Com ele é possível gerar pagamentos com data marcada, se você não fizer no dia dado, é só pedir para ele revogar a cobrança e gerar um novo. Conheça mais sobre o Entenda o Pix Cobrança e conheça o que é essa funcionalidade.

Então foi isso. Este texto acabou ficando maior do que eu pensei, mas creio que cumpri a minha missão de pontuar tudo o que você precisa saber sobre score do CNPJ – tudo mesmo.

O último conselho que eu tenho para você é que organize certinho a sua operação. Sei que ter um negócio é algo bem dinâmico, com decisões a serem tomadas a todo instante. Mas mesmo assim, tira um tempo para fazer um planejamento financeiro: o estoque, pagamento de fornecedores, suas despesas fixas e variáveis… tudo isso vai ajudar a manter o seu score do CNPJ sempre alto e te fazer dormir tranquilo.

Vou te ajudar nisso: tenho um texto que te explica como fazer um planejamento financeiro e orçamentário para e-commerces, com cálculos e sugestões. Vale muito a pena!

Monte seu site hoje com o Amplia