Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Como funciona o WhatsApp pay para e-commerces? O que ele oferece de valor?

O WhatsApp Pay para e-commerces já vem se tornando uma realidade cada vez mais presente no Brasil. Hoje, enquanto eu escrevo esse texto, seu uso já está liberado e cada vez mais negócios – dos menores aos mais complexos, físicos e onlines – já estão utilizando a plataforma. E você? Tem usado também?

O grande diferencial do WhatsApp Pay, especialmente para e-commerces, é a sua acessibilidade. Ele pode ser moldado para várias finalidades, desde o método principal de pagamentos até como uma maneira de fidelizar clientes e oferecer um suporte mais dinâmico durante e no pós-venda.

No texto de hoje, vou te mostrar, brevemente, como o WhatsApp Pay funciona e o que essa novidade representa para os seus pagamentos e atendimentos. E isso para duas realidades: e-commerces começando agora e os que já têm uma boa base de cliente. Vamos lá?

Homem sentado em sofá amarelo segurando a logo do WhatsApp.

Como o WhatsApp Pay funciona?

O funcionamento do WhatsApp Pay, tanto para uso de e-commerces e pessoal, é bem simples. Para configurá-lo, todos (pessoas físicas e jurídicas) precisam fazer um cadastro no Facebook Pay, que é o centralizador de todas as transações do Facebook, WhatsApp e Instagram.

Porém, para usar o WhatsApp Pay para e-commerces é necessário fazer um cadastro adicional na Cielo e usar o Whatsapp Business. Aliás, esse próprio cadastro é feito dentro da plataforma do Whatsapp Business. Todos os procedimentos são bem tranquilos e são feitos diretamente pelo app. Não tomam nem 10 minutos do seu tempo.

Depois de tudo pronto, o WhatsApp Pay libera a opção de transferência (para pessoas físicas) e pagamentos (de pessoa física para CNPJ). E esse é o momento em que suas vantagens para o e-commerce começam. Com o WhatsApp Business já configurado, você possui um catálogo de produtos por lá, certo? Seus clientes podem escolhê-los e pagá-los imediatamente, sem nem precisar sair do app.

Mas estou me adiantando. Vamos, primeiro, entender um pouco melhor os benefícios que o WhatsApp Pay para e-commerces pode oferecer?

Mulher, de blusa branca, segurando cartão de crédito na altura do rosto. Ao fundo, desfocada, algumas plantas.

Quais são as tarifas do WhatsApp Pay?

Bom, pra começar eu já te digo de cara: vale muito a pena implantar o WhatsApp Pay para e-commerces, especialmente porque seu uso quase não tem custo. Veja as tarifas envolvidas e mais algumas informações técnicas:

  • Há uma taxa de 3,99% para cada transação (por parte do lojista);
  • O WhatsApp Pay aceita Mastercard e Visa, crédito e débito,
  • Há limite de transferências entre pessoas físicas, mas não há limite de vendas para lojistas;
  • Depois de fazer o cadastro é preciso esperar 3 dias para a liberação;
  • O dinheiro cai na sua conta em até 2 dias úteis.

O que o WhatsApp Pay para e-commerces oferece de valor?

Tanto para grandes e-commerces quanto para quem está começando agora – vendendo seus produtos pelo Instagram e pelo próprio WhatsApp – a ferramenta entrega um nível a mais de personalização do atendimento e de simplicidade nas vendas. Além da agilidade, é claro.

Elaborei alguns pontos que mostram bem o que o WhatsApp Pay para e-commerces consegue entregar de valor, pensando nessas duas realidades. Acompanhe:

WhatsApp Pay para e-commerces sem site: facilitando a venda

Quem já usa o WhatsApp para fazer pequenas vendas conhece a rotina: o cliente entra em contato, quer comprar algo e, para pagar, precisa sair da conversa, abrir o app de banking preferido, efetuar o pagamento e só depois retornar à conversa.

O que acontece é que, nesse meio tempo, vendas podem ser perdidas. E muitas vezes são mesmo.

O diferencial que WhatsApp Pay para pequenos e-commerces oferece é a possibilidade da venda ser fechada dentro da própria conversa. O que é ótimo para quem já utiliza a versão Business, porque aí o recurso catálogo complementa mais ainda a agilidade da venda.

Inclusive, torna esse modelo de negócios muito mais formalizado e seguro. E isso tanto para quem vende, quanto para quem compra.

Garçonete de avental verde usando um tablet. Ao fundo, quadro de giz com ofertas.

WhatsApp Pay para e-commerces pequenos: canal de vendas extra

Para e-commerces que já possuem um site, o WhatsApp Pay também é bastante útil como um canal extra para vendas, e sem pagar muito por isso.

Como eu estava falando ali em cima, o WhatsApp Pay para e-commerces sem site cria um meio formalizado e comum para escolher produtos, fazer pedidos e realizar o pagamento, certo?

Bom, o mesmo acontece para quem tem site – a diferença é que essa é uma outra possibilidade para alcançar novos públicos. Tudo o que você oferece no site também pode ser oferecido com o catálogo do WhatsApp Business, que agora passa a ser uma nova vitrine.

“Leão, mas esse recurso já existia antes, não?”. Sim, o catálogo pelo WhatsApp já existe há alguns anos, mas a possibilidade de escolher e pagar sem sair do app só veio com o WhatsApp Pay. Isso faz a plataforma ficar mais atrativa para seus clientes, que antes só a enxergavam como uma maneira de entrar em contato com a loja.

E falando nisso…

WhatsApp Pay para e-commerces grandes: vendas até no suporte

Em grandes e-commerces, o WhatsApp Pay também é um enorme aliado.

Primeiro porque o item anterior também se aplica aqui: é uma nova vitrine, só que muito mais avançada: com suporte total para vendas e pagamentos. Mas, ao mesmo tempo, o volume de atendimentos realizados em lojas virtuais grandes é enorme.

E esse atendimento agora pode acontecer em uma plataforma que dispõe de muitas facilidades. Fora que rotina do atendimento também fica muito mais fácil, com reembolsos podendo ser realizados (dependendo da política de trocas da sua empresa) dentro do próprio app.

O que podemos esperar do futuro das formas de pagamento?

O mundo está mudando muito rápido. Há alguns anos, as mídias sociais eram só mídias sociais e pronto. Hoje em dia, elas são maneiras de organizar tudo o que diz respeito a uma pessoa.

Se eu preciso me comunicar com alguém, o faço por meio das redes sociais. Se preciso entrar em contato com um restaurante para fazer um pedido, também posso fazer por lá. Se vi um produto que me interessou no Instagram, já existem maneiras do lojista marcá-lo com um preço e configurar um link que me leva para o site.

Homem sorrindo segurando smartphone em uma mão e cartão de crédito em outra.

Acredito fortemente que o futuro vai seguir nessa mesma linha do WhatsApp Pay: cada vez mais fácil fazer compras pelas mídias sociais. A próxima revolução, imagino, vai acontecer com o Instagram, em que se poderá comprar diretamente pelo app. Ele deixa de ser apenas uma rede social para se tornar um marketplace. Mas isso são só suposições…

O fato é que o futuro está na democratização dos marketplaces, que cada vez mais estão e estarão presentes em todos os aspectos da nossa vida. Você está preparado? Sua loja está preparada?

O Amplia Vendas está! E mais do que isso, estamos preparados para te ajudar no caminho do e-commerce. Se tiver mais dúvidas sobre o WhatsApp Pay para e-commerces, entre em contato deixando um comentário aqui em baixo. Eu mesmo te respondo na hora.

E não deixe de acompanhar nosso blog, tem conteúdo novo toda semana. Um abraço e até o próximo texto!