Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Descrição SEO para e-commerces

Está aí um ponto onde seguramente, ao menos metade das lojas na internet pecam: a descrição SEO para e-commerces.

Sério, já chegaram várias pessoas falando “ah, que o meu site não vende, ninguém nem chega até ele”, e quando vou ver não tem informação nenhuma na página do produto.

Essa questão é mais séria que você pensa porque impacta na opinião das duas partes que você mais precisa se importar: o Google, que vai definir para quantas pessoas vai levar o seu produto a partir das pesquisas, e o cliente – que quando chegar no seu site não vai arriscar comprar um produto sem saber informação nenhuma sobre ele.

E aí, quer resolver esses dois problemas de uma vez só? Então vem comigo que vou compartilhar aqui com você a partezinha do que falo no método IMAVO sobre como fazer uma descrição SEO para e-commerces que dá certo:

Pesquisa de palavras-chave

Vamos começar pela parte onde fica a maior dificuldade em fazer uma descrição SEO para e-commerces: a pesquisa de palavras-chave.

Começando do zero, vamos definir quais as melhores palavras-chave a partir do planejador de palavras-chave – ferramenta que fica dentro da sua conta no Google Ads:

 Captura de tela do planador de palavras-chave do Google Ads. Na simulação há termos relacionados à mouse sem fio.

Considerando que o seu e-commerce é de eletrônicos e você está pensando em criar uma campanha para mouse sem fio. Esse termo exato é o mais direto, logo o que tem mais resultados… mas dificilmente vai conseguir uma boa colocação porque olha com quem você vai estar concorrendo:

Captura de tela da pesquisa por “mouse sem fio” na aba “shopping” no Google.

Nem estou falando dos primeiros resultados… mas competindo com esses marketplaces até mesmo nas primeiras páginas inteiras vai ser bem difícil você conseguir aparecer. Por isso eu disse: também é sobre ter percepção.

Agora olha a pesquisa por “mouse wireless”. Tem uma quantidade ok de resultados e já começam a aparecer outros e-commerces próprios, deixando o crivo mais tranquilo para sua loja aparecer:

 Captura de tela da pesquisa por “mouse wireless” na aba “shopping” no Google

Beleza. Escolheu a keyword que vai utilizar? Ótimo! Esse é o termo que você vai utilizar em diversos pontos do seu negócio, do nome da sua loja na internet ao blog no e-commerce ou qualquer outra estratégia do marketing de conteúdo.

Mas nesse texto em específico estamos aqui para falar de descrição SEO para e-commerces. Então bora lá que as palavras chave também vão ser extremamente úteis aqui:

Construção da descrição do produto

Ainda faltam muitas lacunas a preencher na sua descrição SEO para e-commerces. E vamos colocá-las, uma a uma, para você ter o anúncio perfeito para o Google e o seu cliente – a começar pelo seu texto de descrição.

Pensa em uma loja física. O maior atributo que ela tem é o contato com o vendedor. Ele quem aborda o cliente, tira as dúvidas e principalmente “vende o peixe” do seu produto.

Levando para o e-commerce, esse é o papel da descrição SEO: não deixar nenhuma dúvida sobre o produto e de quebra convencer o seu cliente da compra.

Captura de tela do texto de descrição de produto de uma bolsa Adidas.

É assim que se faz! Bom, mais ou menos. Nesse caso a Adidas fez o dever de casa no quesito venda. Dá até para imaginar um vendedor com esse discurso de “cabe o que você precisa”.

Mas não está sentindo falta de nada? Uma boa descrição SEO para e-commerces precisa ter as keywords. Pensa se, ao longo desse texto, eles tiverem colocado os termos “bolsa adidas” ou “bag vermelha”? Não ia ter para ninguém! Seria posição zero na certa.

Por isso que eu falo que a maioria dos e-commerces não sabe fazer uma boa descrição. Tudo bem que a adidas já possui uma presença de marca tão forte que talvez nem precise deste artifício. Mas você que está ali batalhando pelo seu espaço tem que pensar nisso.

Preencher informações de descrição de produto

Resolvida a questão do seu textinho de descrição, vamos à parte mais técnica da descrição SEO para e-commerces: preencher os as informações. Isso vai ajudar bastante na navegabilidade do seu site, além de não deixar dúvidas para quem está comprando.

Esse trabalho fica ainda mais sério se você vende em qualquer um dos melhores marketplaces do Brasil porque, se alguma informação não estiver batendo, eles reprovam o cadastro do seu produto. Em outros, como é o caso das reclamações no Mercado Livre, se um cliente comprou algo que não foi específico sobre o tamanho, voltagem ou modelo, você vai ficar manchado na plataforma e sua reputação vai ao chão.

Então vamos lá: a sua descrição SEO para e-commerces precisa ter:

  • Categoria do produto: isso também é muito importante porque é aqui onde o seu cliente vai achar o seu produto no site. Uma estátua entraria como “casa e decoração”. Agora, miniatura do homem de ferro super real, o usuário procuraria nessa mesma categoria ou em “brinquedos”? Precisa pensar nisso.
  • Título: aqui é a hora de brilhar com a palavra-chave que você encontrou! Mas não só. O recomendado é que já no título não deixe dúvidas sobre as características do produto.
    • Vou te passar uma formulazinha que não tem erro: Nome do Produto | Marca | Modelo | Características (voltagem, tamanho…) | Cor. No caso do mouse seria: Mouse wireless | Liotech | XTGaner | Recarregável | Preto

Lembrando que o ideal é que esse título tenha no máximo 70 caracteres, que é o tamanho máximo aceito se você quiser vender no Google Shopping.

  • Fotos e vídeos do produto: como já disse no texto de como tirar fotos para loja virtual, você precisa ter ao menos 4 fotos (cada uma com suas características necessárias). Lembre-se que elas não devem ser artísticas, mas fiéis às cores e formatos do produto. Recomendo ainda que as dimensões estejam entre 800×800 e 1200×1200 pixels para ter uma qualidade aceitável sem pesar no site;
  • Ficha técnica: essa é a parte que não pode ter erro e nem vai te exigir técnicas avançadas de descrição SEO para e-commerces, apenas boa percepção. Lembre-se que o cliente não está vendo o produto, então ele vai precisar saber do tamanho (dele e da caixa), gênero, material, peso…
    • Mais uma vez, se você for vender em marketplaces, como no caso da catalogação produtos no Carrefour Marketplace, geralmente eles já colocam esses campos para você só preencher. É importante ter ainda outras informações como Código EAN e SKU, mais para controle interno;
  • Meta Tags: esse ponto na descrição SEO para e-commerces também vai te ajudar no rankeamento do Google, e é dividido em duas partes: Meta-title tag (vai pegar o título do seu produto que já foi feito) e Meta-description tag (resumo do que é o produto, além de um jabá, claro).

Se tiver feito tudo certo, o seu produto deve aparecer assim no Google:

Captura de tela do anúncio de um mouse sem fio Multilaser no Google.

Entender a descrição SEO para e-commerces é ótimo, mas não é tudo

Esse post de hoje é um exemplo claro do que eu e o Amplia Vendas como um todo estamos fazendo com a metodologia IMAVO: te mostramos como fazer a descrição SEO para e-commerces, mas não só “o grosso” que você encontra em qualquer texto na internet.

Claro, aqui ainda há o limitante de que a mídia é apenas textual… agora imagina tudo o que posso te entregar com 139 aulas em vídeo, com o passo-a-passo na minha tela, tudo separadinho em 8 grupos de conteúdo e 20 módulos?

Te garanto: acompanhando os vídeos você vai conseguir montar o seu e-commerce sozinho e ainda pegar várias orientações de como performar na internet – o que vai incluir a descrição SEO para e-commerces também, mas muito além disso! Para se ter uma noção, tudo o que você leu aqui é só um pedacinho do módulo de “palavras-chave e SEO”.

Olha quantas áreas do conhecimento ainda abordamos no IMAVO:

 Arte com os módulos dos curso IMAVO rodeando o logotipo, que fica ao centro.

E aí, depois dessa amostra, quer conhecer o método inteiro? Vai, se dê a chance de ter um e-commerce preparado para qualquer desafio! É só https://imavo.ampliavendas.com.br/ .

Nos vemos no curso!