Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Como aceitar o PIX no seu e-commerce?

Direto ao ponto: você já sabe como aceitar o PIX no seu e-commerce? É bom que saiba, pois assim que ele for liberado, os maiores do mercado já vão aderir.

E pode ter certeza que seus clientes vão ficar na expectativa para você também oferecer essa facilidade.Na verdade essa mudança vai agregar bastante para o cliente, mas também para o seu negócio. Pronto para saber mais? Então vem comigo que eu vou te explicar o que é, quais as vantagens e como aceitar o Pix!

Mas o que é o Pix?

Logotipo da marca pix com um símbolo em losango e a grafia da palavra. Embaixo há o termo “powered by Banco Central” em letras menores.

Antes de saber como aceitar o Pix, vou te contar porque esse novo meio de pagamento, coordenado pelo Banco Central, promete ser a revolução na forma de pagar. Assim, quando chegar o seu lançamento oficial, no dia 16 de novembro, você já vai estar por dentro de tudo e pronto para implantá-lo no seu negócio.

Com o Pix vai ser possível fazer transações bancárias e pagamentos de contas de forma instantânea, 24 horas por dia, qualquer dia da semana, sem custos para o cliente e com taxas menores às empresas – o BC irá cobrar dos bancos e intermediárias de pagamento apenas R$0,01 a cada 10 transações, então essas instituições decidem qual o valor cobrar do seu negócio.

Para ilustrar melhor, vou fazer uma linha do tempo de como vai funcionar esse pagamento no seu e-commerce depois que você já tiver como aceitar o Pix e com seu cliente cadastrado junto ao banco dele:

1. O seu cliente compra algo do seu e-commerce e escolhe a opção Pix;

2. Se ele estiver fazendo a compra pelo desktop, será gerado um QrCode que o direciona direto à página de pagamento no aplicativo do banco ou carteira digital; Caso a compra seja feita pelo smartphone, o cliente poderá copiar um código de transação e colar na página de pagamento do app;

3. Para Confirmar a compra, será pedido uma Chave Pix que pode ser o seu telefone, CPF ou e-mail (para transações essa chave substitui os dados da conta de destino, como nome completo e CPF);

4. E pronto! Em 2,5 segundos o valor do pagamento estará na conta da sua empresa.

A revolução está justamente em como aceitar o Pix é simples. E ouso dizer que ele representa o fim dos boletos bancários, que são o terror dos e-commerces.

Se você já tem o seu e-commerce entende do que eu estou falando: você fecha uma compra via boleto e esse produto fica reservado, sem você poder vender. Então depois de dois dias o seu cliente não pagou o boleto e você perdeu venda. E se outra pessoa quisesse comprar?

Com o Pix isso não vai acontecer, já que o faturamento é feito na hora. A revolução começou, mas como fazer parte dela?

Como aceitar o Pix?

Ilustração de uma tela imensa de celular com um sinal de “ok”. Há ainda personagens com equipamentos eletrônicos, fazendo o procedimento de cadastro do Pix

Agora que já ficou bem claro como aceitar o Pix só tem a agregar no seu negócio, você está pronto para fazer o processo de cadastro.

Para isso, não é necessário (e nem possível) fazer a solicitação direto ao Banco Central ou mesmo à uma plataforma direta do Pix. Este trabalho é responsabilidade do banco ou fintech que você possui uma conta jurídica.

Qualquer uma delas que possuam no mínimo 500 mil clientes estarão aptas a oferecer essa facilidade dentro do próprio aplicativo, internet banking ou mesmo caixa eletrônico. Para fazer o cadastro você pode ir até a agência, mas o método mais rápido é pela internet mesmo.

Então cabe a você manter a sua conta jurídica nessa instituição e apenas solicitar o Pix, ou ainda escolher um banco novo só pra isso e testar. Listei três para você ver o que mais te agrada:

  • Santander: sorteio de R$1 milhão, cashback de anúncios do Facebook e Instagram e 5 dias sem juros por mês no limite da conta da sua empresa;
  • Banco do Brasil: sorteios que variam de R$5.000,00 à R$100.00,00. Você ganha cupons a cada chave cadastrada;
  • Nubank: o pix será gratuito também para empresas e serão sorteados R$370 mil em prêmios;

Pronto, escolheu a melhor empresa para estar contigo nessa empreitada de como aceitar pix no seu e-commerce? Agora é só integrá-lo à plataforma do seu e-commerce.

Aqui no Amplia Vendas já estamos trabalhando para que esteja tudo pronto assim que o Pix for liberado, no dia 16 de novembro. Veja nesse texto como vai ser a edição deste ano e por que ela promete ser incrível para o e-commerce.

Então, na nossa plataforma você terá apenas duas tarefas:

  1. Entrar em contato com a instituição que vai intermediar os pagamentos do seu e-commerce.
  2. Integrar esse novo formato de pagamento de acordo com as particularidades da sua plataforma.

As vantagens do Pix não param!

Ainda não ficou convencido de como aceitar o Pix no seu e-commerce é uma ótima idéia? Calma que ainda tem mais. Vou listar aqui mais alguns benefícios para você ter ainda mais certeza que essa é sim uma revolução para os e-commerces e que o seu negócio precisa participar disso.

Pix X TED e DOC: o pagamento é imediato, sem ter que esperar até o próximo dia útil ou até três dias para finais de semana, sem limite de valor, com taxas na casa dos centavos (TEC e DOC variam entre R$7,00 e R$18,00) e sem precisar saber dados como o código do banco, CPF e conta, já que tudo é feito pelo QrCode e chave cadastrada;

Essa chave é segura? Sim, elas são cadastradas pelo próprio usuário, criptografadas pelo Banco Central e ainda passa por uma autenticação em duas etapas (confirmação por SMS ou e-mail);

Pix X Cartão de Crédito: apesar de ser efetiva para métodos de pagamentos à vista, o Pix pode ainda ser uma opção aos cartão de crédito, pelas taxas menores (hoje gira em torno de 3% sobre o valor da compra) e segurança, evitando problemas com chargeback;

Além dos seus clientes: você também pode utilizar o Pix para pagar seus fornecedores, encurtando o tempo de faturamento e recebimento da mercadoria, ou ainda para pagar taxas e impostos do governo.

QrCode ao fundo e na frente uma tela de celular fazendo a leitura do mesmo. Em baixo há a logo do Pix.

Bom, o fato é que apesar de o tema já estar sendo debatido desde fevereiro, quando o serviço foi anunciado, ele ainda gera muitas incertezas. Com isso, o que eu encontrei pela internet foram várias pessoas passando informações que não tem um embasamento, o que só te confunde ainda mais.

Foi por isso que eu decidi fazer esse texto: para você descobrir como aceitar o Pix no seu e-commerce e também tudo o que ele pode te oferecer, sempre indo atrás de fontes, pessoas e empresas do meio para te passar dicas e informações corretas.

Se esse é o primeiro texto aqui do Blog que você lê, seja bem vindo e espero que tenha sanado todas as suas dúvidas. Para conhecer ainda mais sobre o e-commerce, mercado, dicas e ensinamentos, acompanhe o nosso Blog. Toda semana tem conteúdo novo para você.

Até o próximo texto!